terça-feira, 14 de fevereiro de 2017

Será que voltamos à estaca zero?

Na semana de provas, os estudantes costumam reunir-se para tirar dúvidas e compartilhar aprendizados. Comigo não é diferente, entre um grupo aqui e uma ajudinha ali, fico a refletir: “será que aprendemos o suficiente para obter um bom resultado nas avaliações, trabalhos e atividades extras?’’.Mesmo não resolvendo um exercício de matemática por completo, ou mesmo a interpretação e o entendimento de outra matéria, você adquiriu conhecimento e desenvolveu o seu raciocínio na tentativa de solucioná-lo ou compreendê-lo.
Porque nesta tentativa de resolver ou procurar o entendimento, encontrou-se outras alternativas para o mesmo caminho. Assim, nota-se o pensamento de cada ser humano, o que faz de cada pessoa única e o porquê de cada um pensar de uma maneira.
 Mesmo realizando uma atividade seja ela qual for (uma pesquisa, um esporte ou uma receita culinária) e por algum motivo ela não ocorrer da forma planejada, não se apavore, afinal você não voltou à estaca zero.
 Estas atividades que exercemos, criamos habilidades e noção de algo, sendo assim, construímos um ponto inicial que, a cada descoberta, vai ficando melhor. No caso da pesquisa, adquiriu-se conhecimento independente do tipo de pesquisa, seja qualitativa, quantitativa, descritiva e as infinitas possibilidades existentes. E conhecimento vai com você aonde for.
 O esporte deve ser praticado independente da modalidade e também um fator de qualidade de vida. A receita culinária, dependendo da finalidade, pode perder o conteúdo. O que era doce, por engano de ingredientes, ficou salgado ou até mesmo erro de medida altera o resultado final.
Todavia, deve-se sempre levar em conta que tem um ponto de partida tanto para coisas inéditas, em processo e aquelas que por algum motivo não foram sucedidas de imediato. E, colocando assim ideias em ação, no final do túnel sempre tem uma solução.
                                                                                        
                                                                                       Até a próxima, amores.             

quarta-feira, 1 de fevereiro de 2017

21 Motivos a mais.


     

         Há tantos rascunhos, no decorrer da madrugada com  chuva no último dia  de janeiro . Batendo na porta o segundo mês  do ano o meu mês,fevereiro!
       Esses dias  li uma crônica sobre aniversário que dizia o  perfil das pessoas referente a uma data tão especial e que realizamos nosso próprio ano novo individual , um novo ciclo que inicia-se com novas metas ,sonhos e conquistas.
       Espero que o meu novo ciclo tenha 21 motivos a mais para:






  1.  SORRIR: de  dentro para fora .
  2.  : que ela renasça a cada dia e fortaleça sempre.
  3.  GRATIDÃO: por tudo que conquistei e irei conquistar .
  4.  PERSEVERANÇA: que possa ser insistente e  jamais perder a esperança.
  5.   AMOR : de todas as formas.
  6.   PAZ: tranquilidade interior.
  7.   CRESCIMENTO: constante para hoje e para vida.
  8.   DESCOBERTAS: que elas estejam sempre abertas .
  9.  SIMPLICIDADE: independente da idade.
  10.  DETERMINAÇÃO: que transforme em ação.
  11.  INSPIRAÇÃO: que respire cada ideia com emoção e razão.
  12.  SAÚDE: com muitas energia positiva.
  13. FELICIDADE: também faz parte e que transpasse ao redor da cidade.
  14. SONHOS: são ilimitados.
  15. CONQUISTAS : agradeço todas elas e que tenha muito mais.
  16. APRENDIZADOS ; são os resultados  de cada esforço.
  17. SINCERIDADE : que ela faça parte da realidade em que vivemos.
  18. MOTIVAÇÃO: para acreditar em tudo aquilo que amo.
  19. CONFIANÇA ; se conquista.
  20. ALEGRIA : é o segredo da felicidade.
  21. SUCESSO: é  consequência dos esforços pela vida.

       Que eu , você e todos nós tenhamos motivos a mais para fazer tudo aquilo que desejamos alcançar.